Skip to main content

Alan Parker não perde um segundo sequer para dizer sobre o que o seu filme é. O primeiro plano apresenta dois bebedouros: um para os brancos, outro para os negros. A segregação por si já é um absurdo, porém, o que mais chama atenção é a diferença estética entre eles.

As chamas dos créditos também são bastante nítidas, assim como o uso da cor vermelha. Esse é um filme caótico e brutal, repleto de sutilezas que o tornam ainda mais difícil de assistir.

O que você achou deste conteúdo?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora. Seja o primeiro a avaliar!